Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Background Kiizul Antiquo.
Qui Mar 26, 2015 8:54 pm por LP-Ara

» Descrição do Mundo! - 6. Era
Qui Mar 26, 2015 11:48 am por RatinhoBr

» Ficha Jogador - Adaptada
Ter Mar 24, 2015 4:49 pm por RatinhoBr

» Um pouco mais sobre a origem de Derfel
Qui Fev 13, 2014 10:14 pm por pedro_cmf

» Background Reing!
Dom Fev 09, 2014 12:01 pm por LP-Ara

» BackGround Derfel Ap Sagramour
Qui Jan 30, 2014 12:14 am por pedro_cmf

» Background Broom
Seg Jan 27, 2014 11:33 pm por pedro_cmf

» Ressureisção
Ter Abr 09, 2013 1:04 pm por PaiLong

» BackGround
Dom Mar 03, 2013 7:12 pm por Dolphin

Relógio
Clima/Tempo
Som
Votação

Ogro-Mago VS Quimera

50% 50% [ 4 ]
50% 50% [ 4 ]

Total dos votos : 8


A Rainha da Cidadela

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Rainha da Cidadela

Mensagem por RatinhoBr em Qui Abr 03, 2008 9:06 pm

- Minha rainha, os cavaleiros estão no leste e príncipe Lionel em
missão diplomática em Nova Vhéria. Temos menos de uma centena de homens
prontos para o combate e apenas uma dezena de cavaleiros orcos. Os
Drurs estão próximos, minha senhora. Antes do crepúsculo estarão sobre
nós.

A rainha, sentada em seu trono de marfim, fixou o mármore
do salão. Depois de um instante, seus olhos negros, profundamente
negros, moveram-se lentamente do chão ao general, passando de uma
hesitação duvidosa a uma resolução decidida e confiante.

- Prepare minhas armas, general. Chegou o dia em que Délcia Olhos Negros cavalga para o combate.

***

Um sol vermelho se escondia no horizonte quando os portões da cidadela se
abriram. A rainha saiu montada em seu garanhão negro, trajada em malha
metálica reluzente. Sua coroa real refletia um brilho carmesim e sua
capa de seda parecia absorver a luz do fim do dia. Em sua mão direita,
o cetro de sua autoridade e poder. Ao seu lado, o general marchava com
o estandarte de sua senhora. Atrás vieram não mais do que dez de seus
cavaleiros orcos, montados em seus poderosos e inquietos
lagartos-corredores. Os portões se fecharam atrás do pequeno grupo, o
exército da cidadela de Délcia.

Marcharam orgulhosamente até metade da colina, quando a rainha fez sinal que parassem e adiantou-se
aos inimigos no sopé. Cinco mil guerreiros rugiam diante dela, batendo
em seus escudos, sedentos de sangue e glória. Uma enorme infantaria
Drur com seus escudos intransponíveis e machados letais. Atrás deles os
arqueiros e a artilharia pesada: balestras e catapultas, torres de
cerco e pedras incendiárias e uma infinidade de cordames e engrenagens.
Além, para impedir a fuga de inimigos ou o auxílio de aliados externos,
a tropa mais bem paga de todo o Reino, a cavalaria mais rápida de que
já se teve notícia, a terrível cavalaria dos orcos, montados em seus
lagartos-corredores comedores de gente.

Délcia aproximou-se da linha de frente dos inimigos e parou sua marcha a uns vinte passos
dela, fazendo sinal que desejava falar. Os generais Drurs impuseram o
silêncio. Então, a rainha ergueu a voz, firme e inabalável, sem uma
sombra de medo ou dúvida, mas com uma convicção inexorável, e todos os
inimigos ouviram-na em seu íntimo.

- Eu sou Délcia, a rainha da cidadela, e aqueles são os meus homens.

Um rumor de escárnio subiu imediatamente dentre os inimigos. Os generais impuseram novamente o silêncio. A rainha continuou.

- Por dois séculos aquela cidadela está de pé e por dois séculos eu a
governo. Cada pedra daquelas muralhas tem o meu sangue e o meu suor.
Cada alicerce de cada casa tem um pedaço de mim. E por isso, eu juro,
não é hoje o dia em que aquela cidadela há de cair.

- Eu juro pelo meu sangue que, se vocês colocarem os pés nessa colina, o chão vai
tremer e se abrir e engolirá a todos. Eu juro que uma nuvem negra vai
encobrir o céu e uma chuva de fogo despenhará sobre suas cabeças e
ninguém, mas ninguém, eu digo, sairá vivo desse lugar. Eu juro que, se
ameaçarem a minha cidadela, cada um de vocês será responsável por seu
próprio destino e jamais terão descanso nessa ou em qualquer outra
vida. Eu juro.

E enquanto ela falava o céu foi-se encobrindo de
uma nuvem negra de tempestade. Trovões ressoaram no leste e o céu
escarlate foi sendo tomado por um cinza fúnebre. A rainha continuou sob
o olhar atônito dos cinco mil guerreiros inimigos.

- Não me tomem por um de seus feiticeirozinhos e fazedores de truques. Eu sou
Délcia, a bruxa dos olhos negros, e eu compreendo a magia antiga. Eu
vou fazer que o sangue ferva em suas veias como ferve o aço nas forjas
de seu próprio povo. Eu vou fazer seus escudos derreterem como ferro
barato e suas lâminas partirem como folha seca. Avancem e verão.

Délcia, então, deus as costas para seus inimigos e galopou colina acima para
junto de seus homens. Lá tomou o estandarte e balançando-o de um lado
ao outro, para que todos o vissem, bradou, e todos ouviram.

- Esta é a cidadela de Délcia e hoje não é o dia em que ela vai cair.

Os generais Drurs se olharam e confabularam nessa troca de olhares. Cada
guerreiro de seu exército havia ouvido as palavras da rainha e cada um
havia sentido aquelas palavras em suas mentes e em seus corpos. Cada um
havia vislumbrado cada ameaça acontecendo com eles próprios. Cada um
havia sentido o chão tremer sob seus pés no momento em que ela isso
falara, e cada um tinha sentido o sangue ferver em suas veias no
instante em que ela o dissera. Magia antiga e poderosa estava ali. Um
temor sombrio tomara aquela tropa inabalável. A batalha estava perdida.
A cidadela não seria tomada. Os generais ergueram as mãos e ordenaram a
retirada. Como uma grande máquina a tropa começou a se afastar. E no
mesmo instante o sol brilhou novamente no horizonte os últimos raios do
dia.

Texto publicado originalmente em Contos do Reino [url=http://contosdoreino.blogspot.com/]http://contosdoreino.blogspot.com[/url]

_________________
[img]http://www.forum.clickgratis.com.br/images/avatars/arquivorpg/22.jpg[/img] [img]http://img688.imageshack.us/img688/8105/ratoviolin.jpg[/img] [img]http://gifup.com/data/gifs/d/c/5/dc5b0b3493.gif[/img] [img]http://img161.imageshack.us/img161/5571/logotestemodhv7.jpg[/img]

RatinhoBr
Admin

Mensagens : 945
Data de inscrição : 01/03/2008

Ficha do Personagem
Nome do Personagem: Mestre
Raça, Classe e Nível:
Experiência:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário http://tocadoratinho.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum