Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Background Kiizul Antiquo.
Qui Mar 26, 2015 8:54 pm por LP-Ara

» Descrição do Mundo! - 6. Era
Qui Mar 26, 2015 11:48 am por RatinhoBr

» Ficha Jogador - Adaptada
Ter Mar 24, 2015 4:49 pm por RatinhoBr

» Um pouco mais sobre a origem de Derfel
Qui Fev 13, 2014 10:14 pm por pedro_cmf

» Background Reing!
Dom Fev 09, 2014 12:01 pm por LP-Ara

» BackGround Derfel Ap Sagramour
Qui Jan 30, 2014 12:14 am por pedro_cmf

» Background Broom
Seg Jan 27, 2014 11:33 pm por pedro_cmf

» Ressureisção
Ter Abr 09, 2013 1:04 pm por PaiLong

» BackGround
Dom Mar 03, 2013 7:12 pm por Dolphin

Relógio
Clima/Tempo
Som
Votação

Ogro-Mago VS Quimera

50% 50% [ 4 ]
50% 50% [ 4 ]

Total dos votos : 8


06 - O Tesouro da Ilha do Gigante de Vidro

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

06 - O Tesouro da Ilha do Gigante de Vidro

Mensagem por jacome em Seg Jul 27, 2009 8:21 am

[center][b]Capítulo 6: O Tesouro da Ilha do Gigante de Vidro[/b][/center]

Após doar uma exorbitante quantia de dinheiro para Igreja de Narert, o generoso Silver-Hand reune-se com Raiz-Podre para dividir a recompensa dado por Capitão Tornado com as 2 boas almas que os ajudaram. Num quarto da Taverna do Elemental da Cerveja, Mexilhãozinho e Senhor Músculos acolhem muito bem o druida e o guerreiro sagrado. Os aventureiros oferecem várias peças de ouro para seus novos amigos, mas estes recusam e fazem uma contra proposta.

O pai de Mexilhãozinho, Capitão Sereia, juntou um enorme tesouro ante de falecer. Agora seu filho e o último membro da tripulação do falecido corsário estavam de posse de um mapa para as antigas riquezas escondidas e procuravam aventureiros dispostos a ajuda-los. Senhor Músculos, primeiro-imediato de Mexilhãozinho, logo cobra a Silver-Hand e Raiz-Podre a ajuda necessária para o empreendimento, já que os e marinheiros salvaram a vida dos heróis anteriormente.

Os aventureiros aceitam a nova missão e começam a se preparar com muitas aulas de natação para uma jornada em terras misteriosas, além das fronteiras conhecidas pelos homens, elfos e anões. Depois de um tempo de descanso na cidade, os heróis vão ao porto para a partida. Lá eles conhecem o navio quase fantasma de Mexilhãozinho, o Siri Cascudo e sua tripulação a família Venta, na qual todos os seus membros possuiam a ímpar característica de um nariz enorme no meio da cara e Buddy como primeiro nome.

As velas são içadas e o Siri Cascudo parte para uma viagem de 5 meses no Mar do Sol. A viagem é demorada porém tranquila, exceto pela doença que assola parte dos marinheiros e Falcão-Solar, a Praga dos 4 Mares. Logo quando os primeiros sinais de terra são avistados a tripulação se depara um uma mão de vidro colossal saindo do solo da ilha e reflectindo raios de luz em diversas direções.

[img]http://www.wizards.com/dnd/images/Monster_gallery/162.jpg[/img]
[i]Este humanóide tem pele escamosa. Os dedos dos pés e das mãos possuem patágios e sua boca é repleta de dentes afiados. Ele possui uma longa cauda que acaba em uma nadadeira curva. Também existem nadadeiras em seus braços, costa e cabeça. Seus olhos grandes e brilhantes são profundamente negro.[/i]

Já em terra, Mexilhãozinho mostra o mapa e os aventureiros começam a seguir a pontilhada e confusa linha que leva a um "X", enquanto Solaris perscruta a superfície da ilha escura. Após alguns dias de intensa busca e depois de descobrirem a localização de uma aldeia de Sahuagins dentro de um rio de água salgada, Mexilhãozinho e os heróis finalmente chegam ao destino marcado por uma rocha.

Um grande monólito de grafite-granito negro em formato de "X" estava no local do tesouro indicado pelo mapa. No centro da rocha. escrito em aqua a seguinte mensagem:
[i]"O punho deve se libertar,
para o gigante vomitar
e o céu começar a brilhar.
Dentro do arco-íris o tesouro estará."[/i]
O elfo ler a porca mensagem, digna de um pirata bêbado conhecido como Sereia, utilizando sua bizarra mágica. Cientes do textos, o grupo tem a ideia de partir para o enorme punho de vidro antes avistado.

Os heróis fazem uma grande caminhada rumo a mão, e quando lá chegam iniciam uma demorada investigação analisando a refracção, o solo, o formato e a composição química do membro de vidro. No entanto, eles não descobrem nada de estranho, além de uma mão de vidro de dezenas de metros de altura saindo do chão. Exaustos com a pesquisa, Falcão-Solar volta a atenção para o mapa da ilha e nota o desenho de uma árvore de tamanho descomunal no lado oposto a eles. Silver-Hand deduz que a árvore conteria uma outra mão de vidro, porém ele não é levado muito a sério.

Os aventureiros dão meia-volta e iniciam uma nova caminhada em direção a árvore. Após muitos passos e alguns dias o grupo chega a uma enorme árvore cinza, podre e oca. Silver-Hand arranca alguns pedaços da crosta e encontra vidro escondido. Neste momento o alvo da investigação passa a ser outro. Falcão-Solar sobe a árvore procurando pistas enquanto Pedra-Ruiva usa seu machado anão para descascar o colosso de madeira. A cada farpa de madeira podre arrancada a teoria de Silver-Hand ficava mais clara. Confiantes de que existia um punho preso dentro do vegetal lenhoso, o grupo tem a ideia de queimar o tronco. Solaris leva uma mensagem para o barco convocando Sr. Músculos para as proximidades. Depois da chegada do Siri Cascudo, os marinheiros desembarcam com gim, óleo e pólvora e untam a árvore com a sinistra mistura. Os aventureiros esperam a árvore queimar em segurança dentro do barco.

A fumaça sobe lentamente libertando o punho de sua prisão. Quando o fogo já estava baixo e as luas já estavam altas um estranho e incompreensível arco-íris corta o seu noturno gerando uma aurora-boreal. Enquanto os aventureiros apreciavam o espectáculo de luzes o Siri Cascudo rumava ao conjunto de espectros luminosos.

Os heróis juntos com Mexilhãozinho desembarcam e seguem em direção ao arco-íris. Eles atravessam uma mata espessa até se depararem com uma gigantesca muralha de vidro. Entusiasmados por acreditarem estar próximos ao tesouro eles começam uma escalada sem pensar duas vezes. Após um árduo esforço eles chegam ao topo e impressionados descobrem estar sobre a testa de um enorme rosto. Um rosto de vidro maciço se levantava da terra. Sua expressão era de agonia e sofrimento, como se o céu e o inferno travassem a derradeira batalha dentro de seu estômago. Da boca escancarada do gigante um brilhante arco-íris era regozijado. Os aventureiros confiantes sabem que devem adentrar na goela do colosso.

Na superfície, Raiz-Podre fica responsável em cuidar da corda usadas pelos aventureiros para mergulhar dentro do interior do gigante. Dentro da criatura a luz do arco-íris vomitado era intensa e tornava difícil a visão. Os movimentos peristálticos da garganta de vidro muitas vezes faziam os heróis tropeçarem. Porém o mais impressionante era a estranha energia mágica exalada pelo hálito do gigante. Falcão-Solar e Pedra-Ruiva perceberam que o misterioso poder interferia com as ligações mágicas que o mago possui com suas conjurações. Eles estavam numa zona de magia selvagem.

Mexilhãozinho assume a dianteira do grupo desativando as armadilhas deixadas pelos anti-corpos do bizarro ser. Porém os aventureiros são pegos de surpresa 2 vezes. A primeira eles caem dentro de um compartimento repletos de zumbis, mas facilmente aniquilados pela aura bondosa do paladino. A segunda, eles são atacados por uma enorme onda de azia que atravessa queimando o esófago do sofrido gigante.

[img]http://www.wizards.com/dnd/images/mmiii_gallery/83059.jpg[/img]
[i]Uma criatura gelatinosa desliza em sua direção. Seu corpo é quase transparente exceto por numerosos e estranhos símbolos arcanos brilhantes que parecem flutuar dentro de seu protoplasma. Os símbolos parecem formar um círculo dentro do limo, brilhando e pulsando quando ele se movimenta.[/i]

Corajosamente os heróis atravessam a entrada do estômago da criatura. No bucho do gigante eles descobrem uma enorme montanha de peças de ouro, de pedras preciosas, pérolas e ornamentos dignos de um rei. Mas o caminho para o tesouro era tortuoso. Todo aquele luxo estava cercado por um fosso de ácido estomacal. Mais que isso, entre os aventureiros e sua recompensa estava uma tropa de murlocks comandados por um limo invocador, um parasita nojento que se alimentava com a comida que o ser de vidro ingeria e que agora estava diante de sua suposta próxima refeição. No entanto o limo não contava que um certo anão sem barba e arrotador de bolhas era um tanto quanto indigerível. Pedra-Ruiva avançou ferozmente dizimando os murlocks e indo em direção a geleca. Falcão-Solar e Mexilhãzinho se dedicaram a dá cobertura ao bravo anão. Silver-Hand e Jaguar, o leopardo de Raiz-Podre ficaram com a responsabilidade de proteger os arqueiros dos incessantes murlocks invocados pelo limo.

[img]http://www.wizards.com/dnd/images/MM35_gallery/MM35_PG201.jpg[/img]
[i]Esta criatura parece uma parede grossa, trêmula e transparente de protoplasma.
[/i]
Pedra-Ruiva enfrentava o limo incansavelmente num combate corpo-à-corpo e Silver-Hand e Jaguar pareciam não ter trabalho em enfrentar os murlocks. Mas dos espectros luminosos e irritantes irradiados das reações mágicas do estômago de vidro amolecido, surge um novo, fatal e transparente inimigo. Um enorme cubo gelatinoso que engole o leopardo e o paladino em uma só investida. A luta parecia trocar de lado, o sagaz Pedra-Ruiva que antes ameaçava o limo invocador agora lutava na defensiva acuado na sua armadura de batalha. Silver-Hand e Jaguar estavam sendo digeridos vivos pelo cubo gelatinoso e as flechas de Falcão-Solar voavam para todos os lados menos na direção do inimigo. Neste momento chega Raiz-Podre avisado por Solaris dos perigos que sofria seus companheiros.

A presença de Raiz-Podre traz um novo ânimo aos combatentes e Silver-Hand e Jaguar conseguem se liberta de sua prisão gelatinosa para serem curados pelo zeloso druida. Mas preocupado com seus camaradas Raiz-Podre acaba sendo pego com as calças abaixadas pelo inimigo quadrado. Bastante ferido e preso dentro da gosma cor azul-acizentado, o druida tenta de tudo para invocar seus poderes silvestres. Contra todas as probabilidades eles usa suas forças na conjuração de uma última cura. No entanto, dentro daquela zona de magica disforme, ele acaba tentando cativar animais e desmaia em seguida.

Vendo o companheiro caído, o grupo se enche de um ímpeto guerreiro e se lança em novo ataque contra o inimigo. Movidos por ira ou preocupação, eles conseguem derrotar os dois lodos pegajosos e abrir caminho para o tesouro.

Mexilhãozinho convoca seus marujos para resgatar o druida e o paladino desmaiados em combate e e limpar o estômago do gigante daquele excesso de metais preciosos. O processo de coletar o tesouro e livrar o homem de areia fundida de sua dor de barriga demora cerca de um mês. Durante este tempo os aventureiros já recuperados resolvem explorar a ilha e conhecer seus habitantes. Os sahagins e um enfadonho javali-atroz.

Depois de comemorarem o aniversário de Falcão-Solar numa festa à beira da praia bem abastecida com carne de javali e rum, os aventureiros se preparam para partir de volta as terras civilizadas.

Na volta para casa a viagem é mais tensa. No segundo mês de jornada uma enorme serpente roxa emerge das profundezas do mar. Ela se apresenta como Mil-Bigodes e possui como objetivo roubar o tesouro sofrido de Mexilhãozinho. Enquanto Mil-Bigodes utiliza sua fala mansa para enrolar os aventureiros ele rascunha no barco uma runa com seu ferrão. No momento propício a serpente ativa a runa criando um grande impacto de energia. A força do impacto é tão grande que quase toda tripulação cai inconsciente com excessão de Sr. Músculos e os heróis.

Vendo seus amigos desmaiarem ante o poder de Mil-Bigodes, Sr. Músculos entra em fúria e parte para cima da serpente. Os aventureiro seguem o exemplo do primeiro-imediato e embora receosos partem para cima da criatura marinha. A serpente é habilidosa e possui grande maestria no domínio da magia. Seu ferrão venenoso e sua varinha mágica conseguem derrubar Pedra-Ruiva e Silver-Hand. Mas Sr. Músculos demonstra que também é hábil com armas e utilizando martelos, sabre e cimitarras faz com que Mil-Bigodes fuja invisível, com a ajuda de Falcão-Solar e Raiz-Podre.

Próximo do litoral de Dalus uma nova surpresa aguarda os aventureiros. Um cardume de lindas sereias são seduzidas pelo tilintar do ouro de Mexilhãozinho. Elas passam algum tempo no Siri-Cascudo entretendo seu capitão e sua tripulação. Mas, apesar das meio-peixes serem bastante dóceis os heróis ficam reclusos com medo dos TERRÍVEIS seres marinhos.

Com a chegada do Siri-Cascudo no Porto do Coral Cintilante os aventureiros vão para a Taverna do Elemental da Cerveja e esperam segundas ordens de Mexilhãozinho. Durante um curto período, Silver-Hand ajuda a Igreja, Falcão-Solar estuda magia e Raiz-Podre captura seu novo mascote, um falcão fêmea chamada Lunaris.

Depois de esbanjar seu dinheiro comprando a cidade, Mexilhãozinho convoca os aventureiros para conhecer seu palacete. Ele mostra seus investimentos e propõe ser o patrocinador das aventuras dos seus corajosos amigos. Após concordarem com a proposta eles são levados para conhecer o Siri-Cascudo 2, um novo navio comandado por Sr. Músculos e com um enorme arsenal mexilhãozado todo a disposição dos heróis. Por fim, eles são convidados para um novo baile.

No baile, Mexilhãozinho anuncia que irá se candidatar a carreira de governador e apresenta seu grupo para a sociedade, os Mexilhões, formado por Sr. Músculos, Falcão-Solar, Pedra-Ruiva, Raiz-Podre e Silver-Hand. Os aventureiros ficam ainda mais famosos na região. No baile, os heróis não tem muita sorte no amor, exceto Raiz-Podre que se torna a atração da festa ao ficar preparando chá. Ele conhece a filha de um marinheiro local, chamada de Estripa-Peixe e a leva para a Taverna para se divertirem.

Os heróis agora com um barco e um patrocínio planejam suas novas aventuras na terra de Zaphir.

jacome
Herói Caçador de Dragão
Herói Caçador de Dragão

Mensagens : 995
Data de inscrição : 07/03/2008

Ficha do Personagem
Nome do Personagem: Mestre Bárbaro/ Bárbaro Mestre
Raça, Classe e Nível:
Experiência:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 06 - O Tesouro da Ilha do Gigante de Vidro

Mensagem por jacome em Ter Jul 28, 2009 2:11 pm

[center][b]Personagens[/b][/center]

[b]Mexilhãozinho:[/b] Este humano baixo e magricela é filho de um desconhecido corsário denominado Capitão Sereia. Após receber um mapa do tesouro de seu falecido pai, ele procura heróis capazes de ajuda-lo na busca. Por obra do destino, os aventureiros conhecem o pequeno humano e resolvem auxilia-lo. Os heróis descobrem que esquio e esperto Mexilhãozinho é o ambicioso capitão do navio Siri-Cascudo.
Com o sucesso da missão, o jovem rapaz de posse de riquezas inimagináveis compra praticamente o Porto do Coral Cintilante. Devido aos laços de amizades forjados no fogo da batalha e na água do mar, Mexilhãozinho resolve patrocinar as aventuras dos heróis, criando o grupo "Os Mexilhões" formado por Falcão-Solar, Pedra-Ruiva, Raiz-Podre, Silver-Hand, Sr. Músculos e a família Venta.

Frase Marcante: "Meu pai, Capitão Sereia, escondeu um tesouro numa ilha distante"

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

[center][img]http://img.photobucket.com/albums/v379/Lori-chan/9gj255.jpg[/img][/center]

[b]Sr. Músculos:[/b] Este humano, careca e alto parece uma parede de músculos puro. Último membro da tripulação do Capitão Sereia, Sr. Músculos se dedica a cuidar de Mexilhãozinho como seu primeiro-imediato. Com seu poderoso martelo, este brutamontes prova ser um forte aliado sempre pronto para o combate. Após recuperarem o tesouro de seu finado capitão, Sr. Músculos assume o comando do novo navio o Siri-Cascudo 2 e passa a integrar o grupo conhecido como "Os Mexilhões".

Frase Marcante: "Vou pegar meu martelo!!! (SPLASH)"

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

[b]Família Venta:[/b] Esta família de marinheiros meio-elfos, trabalham no Siri-Cascudo e devem grande lealdade a Sr. Músculos e Mexilhãozinho. Pequenos e magrelos, eles se destacam por possuirem a aparência bastante semelhante, cabeção, nariz enorme, uma orelha normal e outra pontuda. Além do mesmo primeiro nome, Buddy.

Frase Marcante: "Hey, Hey, Hey Senhor!!! Não mecha com esse bebum..."

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

[center][img]http://www.wizards.com/dnd/images/mof_gallery/MonFaePG18.jpg[/img][/center]

[b]Mil-Bigodes:[/b] Apenas os clérigos mais esforçados do deus da morte ganham a honra de serem transformados numa Serpente-de-Druman. Mil-Bigodes é uma destas criaturas malignas, semelhantes a uma naga que possuem um corpo ofídio escuro, com grandes cabeças humanoídes. Sua coloração é verde-púrpura e seus olhos são verdes esbranquiçados. Seu domínio nas artes da magia é incrível e eles são capazes de carregar e manipular itens mágicos com seus terríveis e pequeninos tentáculos que nascem ao redor de sua mandíbula. O objetivo de Mil-Bigodes era roubar o tesouro de Mexilhãozinho para aumentar a glória de seu deus, mas seus planos foram frustrados pelos aventureiros que protegiam o Siri-Casudo.

Frase Marcante: "Aparentemente este navio guarda um belo tesouro"

jacome
Herói Caçador de Dragão
Herói Caçador de Dragão

Mensagens : 995
Data de inscrição : 07/03/2008

Ficha do Personagem
Nome do Personagem: Mestre Bárbaro/ Bárbaro Mestre
Raça, Classe e Nível:
Experiência:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 06 - O Tesouro da Ilha do Gigante de Vidro

Mensagem por jacome em Ter Jul 28, 2009 2:14 pm

Experiência Total

Leo:............................................................................distribuído em sessão

LP:.............................................................................distribuído em sessão

Flávio:........................................................................distribuído em sessão

PaiLong:.....................................................................distribuído em sessão

------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

jacome
Herói Caçador de Dragão
Herói Caçador de Dragão

Mensagens : 995
Data de inscrição : 07/03/2008

Ficha do Personagem
Nome do Personagem: Mestre Bárbaro/ Bárbaro Mestre
Raça, Classe e Nível:
Experiência:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 06 - O Tesouro da Ilha do Gigante de Vidro

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 5:11 am


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum