Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Background Kiizul Antiquo.
Qui Mar 26, 2015 8:54 pm por LP-Ara

» Descrição do Mundo! - 6. Era
Qui Mar 26, 2015 11:48 am por RatinhoBr

» Ficha Jogador - Adaptada
Ter Mar 24, 2015 4:49 pm por RatinhoBr

» Um pouco mais sobre a origem de Derfel
Qui Fev 13, 2014 10:14 pm por pedro_cmf

» Background Reing!
Dom Fev 09, 2014 12:01 pm por LP-Ara

» BackGround Derfel Ap Sagramour
Qui Jan 30, 2014 12:14 am por pedro_cmf

» Background Broom
Seg Jan 27, 2014 11:33 pm por pedro_cmf

» Ressureisção
Ter Abr 09, 2013 1:04 pm por PaiLong

» BackGround
Dom Mar 03, 2013 7:12 pm por Dolphin

Relógio
Clima/Tempo
Som
Votação

Ogro-Mago VS Quimera

50% 50% [ 4 ]
50% 50% [ 4 ]

Total dos votos : 8


Ideal do Personagem

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ideal do Personagem

Mensagem por RatinhoBr em Qua Mar 26, 2008 9:18 pm

Extraído de [url=http://www.rpgonline.com.br/]rpgonline[/url]

[justify]Começamos com os exemplos (eu gosto deles, esclarecem melhor!) de
conduta de dois jogadores ao fim de uma mesma situação. Espero que eles
tornem mais visível o ponto em que desejo chegar.
[b]Mestre:[/b] A batalha decisiva entre você e o clérigo
mais poderoso de sua ordem chega ao final. Suas mãos não têm forças
para empunhar o cajado, sua boca nem pode ao menos recitar algum
feitiço e sua cabeça está zonza tentando assimilar como a pessoa a sua
frente, que traja um manto parecido com o seu, exceto por um ornamento
em suas ombreiras, por cabelos esbranquiçados pela idade e um olhar
sábio e lúcido, poderia apoiar uma pessoa tão odiosa como o verme da
ordem negra Iolaus Astrovan. Seu corpo não o responde, a única coisa
capaz de movimentar-se são seus olhos. Estes observam o seu oponente
fazer o movimento do feitiço que em instantes retiraria sua vida. Você
nem sente quando a magia o acerta. O frio toma de súbito sua alma
enquanto sua cabeça não consegue organizar pensamento algum. Sua
consciência vai se esvaindo lentamente em cima do chão frio que agora
serviria de túmulo. Está acabado, o mundo não poderia contar com sua
presença nem seus poderes. Você está preste a morrer...
[/justify]

[img]http://www.rpgonline.com.br/images/galeria/134208_lutarpg.jpg[/img]
[i][b]Mestre: O orc avança até você, o que faz? Jogador: Saio correndo...[/b][/i]
[b]Jogador A:[/b] Lembro-me tristonho de tudo que lutei
para chegar até aqui. De como entrei na ordem, das pessoas que conheci,
da minha doce e amada pretendente Estela que deixei na academia e agora
será mais uma peça no plano maligno do traidor diante a mim. Lágrimas
escorrem em meu rosto. Meus olhos vão se fechando lentamente enquanto a
morte parece chegar feroz ao meu encontro.
Agora vamos ao segundo jogador inserido na mesma situação narrada acima:
[b]Jogador B:[/b] -- Argh, morri...(aí mestre, vou fazer outra ficha rapinho aqui pra poder dar umas bifa nesse cara).
[b]Mestre:[/b] Você não quer narrar nada sobre o momento de sua morte não?.
[b]Jogador B:[/b] Não cara, eu faço outro rapidinho aqui.
Posso ser até meio igual, só eu trocar uma ou outra desvantagem, falar
que ele teve seus pais mortos por esse mago do mal na história e volto
pronto pra combatê-lo... Rapidinho. Menos de 5 minutos.
Ao ler e analisar as duas interpretações acima você pode até achar que devo estar falando sobre como fazer um [b]background[/b] ou da importância de [b]interpretar[/b]
(para isto existem matérias muito boas sobre esses dois temas). Na
verdade eu queria apenas me referir à falta de importância que alguns
jogadores dão para seu personagem no momento de sua criação e no
decorrer da aventura. Muitas pessoas os vêem apenas como simples folhas
de papel ou amontoado de regras que dá direito a dados. Alguns acham
melhor gastar meia hora para conseguir burlar uma regra e construir um
personagem [b]apelativo [/b]ao invés de construir uma história descente.
Por isso venho aqui para tentar lembrar ou ajudar jogadores com
algumas pequenas, mas úteis, dicas de como montar personagens para uma
campanha, de maneira que eles se tornem únicos e especiais para você.
Vou apresentar uma técnica (muitos livros básicos de jogador falam
sobre isso), que acho boa para dar valor à história e fazer com que seu
personagem fique mais claro e interpretativo em sua mente (Técnica do
mestre Miague e Pai Mei By Zelgaldis.). Eu a dividirei em [b]três etapas[/b].
[b]Como será seu personagem?[/b]
Como o tópico diz, consiste em você antes de iniciar a criação do
personagem ter uma idéia dele em mente. Você quer ser como? Um valoroso
guerreiro com princípios movido pela honra? Um elfo clérigo de uma
deusa que tenta divulgar seu culto quase extinto entre seu povo? Um
anão morador de uma cidade subterrânea escondida que deseja a cura para
sua amada? Isso você deve decidir, mas o importante aqui é começar a
criação à partir da história, não pela distribuição de pontos. Muitos
manuais básicos sugerem que você tenha em mente como será seu
personagem antes de criá-lo, eu acho que isto ajuda em muito na criação
e distinção de seu personagem perante aos outros.

[img]http://www.rpgonline.com.br/images/galeria/134208_guerreiro%20trono.jpg[/img]
[i][b]Um guerreiro em busca de vingança![/b][/i]
[b]Use características condizentes.[/b]
Já munido de uma idéia, passe a pensar em suas habilidades de acordo
com seu personagem. Se ele é um guerreiro honrado, porque tem perícia
crime ou não cumpri com nenhum código de honra? Se você é um mago,
porque tem ambidestria? Se for um Orc, para que tanta inteligência ou
possuir genialidade? Veja que cabe a você ter bom senso (isto deveria
vir embutido em algum suplemento ou livro para jogadores e mestres),
você deve saber que as habilidades servem para distinguir um personagem
dos demais, não pela sua bizarrice ou apelatividade, mais por traços
que combinados ao seu psicológico tornam ele único (o Batmam não seria
ele sem sua genialidade e riqueza. O Super Homem sem sua super força e
lasers disparados pelos olhos. O mestre Arsenal sem sua devoção por
armas mágicas. E um clérigo de Nimb sem sua insanidade)...Dê valor às
características pela sua descrição, deixem que elas ajudem a tornar seu
personagem mais autêntico e agradável aos seus olhos, não veja apenas
os benefícios que elas lhe proporcionam.

[img]http://www.rpgonline.com.br/images/galeria/134208_orc-estudioso.jpg[/img]
[b][i]O Orc Estudioso na biblioteca![/i][/b]
[b]Tenha um objetivo![/b]
Chegamos finalmente (devem estar cansados de ler. Às vezes me
empolgo e escrevo demais mesmo...), ao ponto que faz seu personagem
mover montanhas, percorrer terras distantes e desconhecidas ou desafiar
centenas de bandidos. O objetivo! Qual sua finalidade na aventura? Você
possui uma devoção, mas pra que tem de segui-la? Por que está
procurando a cidade capital do reino? Crie objetivos que motive seu
personagem, lhe dê um ideal, uma razão para lutar em nome de alguém. O
objetivo de uma aventura o mestre cria, mas o objetivo de um personagem
não. Personagens com objetivos bem traçados ajudam os jogadores a
interpretarem melhor sentimento e a entender mais seus personagens.
Além disto, um mestre pode usar os objetivos pessoais de cada um para
criar suas aventuras. Vale lembrar nesta parte a importância de se
fugir das velhas histórias, já usadas aos montes por jogadores em seus
personagens. Elas fazem com que todo mundo acabe tendo o mesmo objetivo
maçante (tipo quando todos têm a família morta por “não sei quem” e são
movidos pela vingança)...Bom, se você será único tenha criatividade!

[img]http://www.rpgonline.com.br/images/galeria/134208_mesa%20de%20rpg.jpg[/img]
[i][b]Seja condizente com o objetivo de seu Personagem![/b][/i]
Estas [b]dicas [/b]acima servem para que seus personagens
fiquem mais diversificados e melhores de serem inseridos em uma
campanha. Elas talvez não sirvam para jogadores mais experientes, mas
podem ajudar alguns a construir personagens melhores. Não precisa
seguir os métodos acima, mas sim ter em mente que um personagem bom não
é o apelativo e sim o que possui uma boa história.
Personagens não são simples folhas de papel! Vale lembrar que para
você criar bons personagens deve ter um conhecimento do sistema e do
mundo em que joga antes de começar a fazer sua ficha.
É isso aí! Espero que eu possa ter ajudado com estas dicas, tanto à
mestres como jogadores. E aqui vai uma ótima frase de alguém que não me
lembro: “A melhor arma contra a ignorância é o conhecimento”.

_________________
[img]http://www.forum.clickgratis.com.br/images/avatars/arquivorpg/22.jpg[/img] [img]http://img688.imageshack.us/img688/8105/ratoviolin.jpg[/img] [img]http://gifup.com/data/gifs/d/c/5/dc5b0b3493.gif[/img] [img]http://img161.imageshack.us/img161/5571/logotestemodhv7.jpg[/img]

RatinhoBr
Admin

Mensagens : 945
Data de inscrição : 01/03/2008

Ficha do Personagem
Nome do Personagem: Mestre
Raça, Classe e Nível:
Experiência:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário http://tocadoratinho.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ideal do Personagem

Mensagem por kattaneo em Sex Dez 04, 2009 3:27 am

Gostei muito desse texto, me inspirou muito a deixar a história do personagem mais rica e detalhada.

Mas infelizmente na hora do jogo temos pouco tempo para falar da nossa história.

E tem muitos jogadores que querem falar tudo ao mesmo tempo e fica dificil falar da nossa história assim, sei que fica difícil até mestrar.

O bom é fazer a idéia que nem a de Voltaire, criar uma seqüência que cada um fala de cada vez, numa ordem certa. Tipo cada um tem sua vez de falar e fala tudo que tem pra dizer, depois não fala mais. E criar uma ordem de primeiro, segundo e terceiro para falar de cada vez.

kattaneo
Aprendiz de Jedi
Aprendiz de Jedi

Mensagens : 152
Data de inscrição : 03/12/2009
Idade : 29
Localização : Natal RN

Ficha do Personagem
Nome do Personagem: Jogador
Raça, Classe e Nível:
Experiência:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário https://www.facebook.com/kattaneo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum